TSD escolhem João de Deus para substituir Dias da Silva na UGT

João de Deus Gomes Pires é presidente do Sindicato dos Engenheiros da Marinha Mercante há muitos anos e integra o executivo dos TSD.

Alfredo Correia, do Sindicato dos Bancários do Norte, era o outro social-democrata que estava interessado em candidatar-se a presidente da UGT.

O presidente da UGT, João Dias da Silva, vai deixar o cargo porque quer dedicar mais tempo ao Sindicato dos Professores da Zona Norte (SPZN) e à Federação Nacional da Educação (FNE).

Dias da Silva preside à UGT desde Outubro de 2004, tendo substituido Manuela Teixeira, a quem sucedeu, na mesma altura, na presidência dos TSD.

O social-democrata poderia recandidar-se a mais um mandato, o que seria bem visto pelas tendências socialista e social-democrata, mas optou por se dedicar em exclusivo à liderança do SPZN e da FNE tendo em conta o aumento do nível de solicitações com que estas estruturas se deparam.

João Dias da Silva é secretário-geral da FNE desde 2004 e presidente do SPZN desde 1998.

 

RRA.

Lusa/Fim

¡Atenção! Este sitio usa cookies e tecnologías similares.

Se não alterar as configurações do seu Browser, está a concordar com o seu uso. Learn more

I understand

Lei n.º 46/2012

(...)

Artº 5

1 - "O armazenamento de informações e a possibi-lidade de acesso à informação armazenada no equipamento terminal de um assinante ou utilizador apenas são permitidos se estes tiverem dado o seu consentimento prévio, com base em informações claras e completas nos termos da Lei de Proteção de Dados Pessoais, nomeadamente quanto aos objetivos do processamento.

2 — O disposto no presente artigo e no artigo anterior não impede o armazenamento técnico ou o acesso:
a) Que tenha como única finalidade transmitir uma comunicação através de uma rede de comunicações eletrónicas;
b) Estritamente necessário ao fornecedor para fornecer um serviço da sociedade de informação solicitado expressamente pelo assinante ou utilizador.

(...)