TSD Beja consideram acordo para a competitividade o “possível”

Os TSD congratulam-se com a “convergência” em torno do acordo tripartido para “Crescimento, Competitividade e Emprego”. José Lameira diz que Portugal, através do exemplo dos parceiros sociais, “mostrou que sabe ultrapassar as suas divergências e unir-se em momentos cruciais”.

O líder dos TSD em Beja pensa que não é o acordo “desejável” é o acordo “possível” face à actual situação do país. 

¡Atenção! Este sitio usa cookies e tecnologías similares.

Se não alterar as configurações do seu Browser, está a concordar com o seu uso. Learn more

I understand

Lei n.º 46/2012

(...)

Artº 5

1 - "O armazenamento de informações e a possibi-lidade de acesso à informação armazenada no equipamento terminal de um assinante ou utilizador apenas são permitidos se estes tiverem dado o seu consentimento prévio, com base em informações claras e completas nos termos da Lei de Proteção de Dados Pessoais, nomeadamente quanto aos objetivos do processamento.

2 — O disposto no presente artigo e no artigo anterior não impede o armazenamento técnico ou o acesso:
a) Que tenha como única finalidade transmitir uma comunicação através de uma rede de comunicações eletrónicas;
b) Estritamente necessário ao fornecedor para fornecer um serviço da sociedade de informação solicitado expressamente pelo assinante ou utilizador.

(...)