TSD visitam SPAL


Recentemente adquirida pelo Sr. Mesquita, a SPAL passou por momentos conturbados, sobretudo nos últimos dois anos da anterior administração. No entanto, agora, segundo palavras do empresário, nesta altura do ano, já se está a vender mais do que no ano passado. O investimento na empresa não passou pelo despedimento de empregados, pelo contrário, quando a nova administração assumiu a liderança, fez entrar nos quadros cerca de 10 trabalhadores que estavam como temporários há mais de 6 meses, tendo tomado outras medidas como a compra de um forno cujo investimento foi de cerca de um milhão de euros e como a formação que tem abrangido todos os quadros da empresa.

A aposta da SPAL é, neste momento, privilegiar a hotelaria e a exportação para toda a Europa, Japão e América do Sul, para além dos mercados mais antigos como Inglaterra e EUA.

O administrador da SPAL fez questão de frisar que, enquanto a sua concorrência directa tem tido uma gestão profissional, impessoal e distante, com vista ao lucro imediato exigido pelos accionistas, e com subsídios directos ou indirectos do Governo, esta fábrica está, de novo, nas mãos de uma família, o que permite tornar o projecto mais personalizado e humano, com um interlocutor claro e com a vontade de investir a longo prazo na empresa, mas sem recurso a qualquer subsídio.

A SPAL vai dar três semanas de férias aos seus empregados, tendo em conta a linha de produção continua que possui, aproveitando para limpar as máquinas e preparar-se para cumprir as previsões de crescimento estipuladas para este e para o próximo ano.

O Deputado do PSD, Arménio Santos, falou em nome do Secretariado Nacional dos TSD e disse ter sido importante este contacto, pois “às vezes, não se tem noção real das situações – o objectivo é perceber como é que as empresas funcionam, qual o seu estado de saúde, qual a sua expectativa e futuro”, congratulando-se com os esforços da Administração por ter mantido os postos de trabalho, acabando por enquadrar este contacto num conjunto de visitas que estão a ser feitas por todo o país, e em especial pelo Distrito de Leiria.

Arménio Santos, congratulou este investimento produtivo importante para a região e para o país e a preocupação que a administração teve em manter e investir também nos trabalhadores da SPAL.

Também o dirigente distrital dos TSD, Manuel Capinha, agradeceu a visita e recordou que um “um trabalhador satisfeito é meio caminho andado para a produção”.

António Salvador, presidente do Núcleo dos TSD do Concelho da Nazaré, e vereador da Câmara Municipal da Nazaré, agradeceu a forma como foram recebidos e, com muito agrado, constatou que muitos trabalhadores da SPAL são do concelho da Nazaré, alguns seus antigos vizinhos e colegas, que estavam visivelmente satisfeitos no seu trabalho.

Recordando que se trata de uma empresa localizada no Concelho da Nazaré, António Salvador agradeceu ao Administrador da SPAL ter investido na região e no concelho, mas não só na empresa, também com a preocupação pelos trabalhadores e pela solidez deste grupo de empresas (Sodecal, Lojas e SPAL).

Clara Bernardino

¡Atenção! Este sitio usa cookies e tecnologías similares.

Se não alterar as configurações do seu Browser, está a concordar com o seu uso. Learn more

I understand

Lei n.º 46/2012

(...)

Artº 5

1 - "O armazenamento de informações e a possibi-lidade de acesso à informação armazenada no equipamento terminal de um assinante ou utilizador apenas são permitidos se estes tiverem dado o seu consentimento prévio, com base em informações claras e completas nos termos da Lei de Proteção de Dados Pessoais, nomeadamente quanto aos objetivos do processamento.

2 — O disposto no presente artigo e no artigo anterior não impede o armazenamento técnico ou o acesso:
a) Que tenha como única finalidade transmitir uma comunicação através de uma rede de comunicações eletrónicas;
b) Estritamente necessário ao fornecedor para fornecer um serviço da sociedade de informação solicitado expressamente pelo assinante ou utilizador.

(...)